TRABALHADORES DO TRANSPORTE COLETIVO APROVAM ESTADO DE GREVE

Em assembleias feitas na quinta-feira (6), os trabalhadores do transporte coletivo de Florianópolis aprovaram estado de greve a partir da manhã desta sexta-feira. As empresas, a prefeitura e o Ministério Público do Trabalho (MPT) já foram comunicados do prazo de 72 horas para o começo efetivo de eventuais paralisações. O Sindicato dos Trabalhadores no Transporte Urbano de Passageiros da Região Metropolitana de Florianópolis (Sintraturb) diz que, caso haja mesmo a parada nos trabalhos, a população será avisada com antecedência.

Tecnicamente, com o aviso do estado de greve nesta sexta, a partir de segunda-feira a categoria pode iniciar o movimento. No entanto, uma reunião de conciliação foi marcada para as 14h de segunda-feira no MPT. O encontro terá a presença do Sintraturb e do Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Florianópolis (Setuf).

Segundo Dionísio Linder, diretor do Sintraturb, as negociações dos últimos dias retiraram de discussão a questão dos cobradores. As empresas querem remover gradualmente a função dos ônibus. No entanto, a categoria resiste. Por isso foi montada uma comissão para discutir a questão futuramente.

O acordo, entretanto, ainda esbarra na questão salarial. O Setuf, segundo Linder, ofertou aumento da inflação e R$ 30 a mais no vale-alimentação, o que foi rejeitado pelos trabalhadores. A coluna procurou o sindicato das empresas, mas até o momento não há uma posição oficial.

Fonte: NSC Total | Foto: Diórgenes Pandini/Hora de Santa Catarina

Compartilhe com seus amigos!